sábado, 17 de maio de 2008

mini-post #7 [ou incongruências da última semana]


Visivelmente encabulado, José Sócrates disse à Comunicação Social, sedenta de mais uma escandaleira, que os fumos no avião não iriam repetir-se...até porque vai deixar de fumar. Pergunto-me o que aconteceria se não deixasse de fumar. Alguém reparou no seu discurso? A sua forma enrolada de falar, como se ganhasse tempo, é tão caricata.

Ando parva com o novo anúncio a esse fantástico festival Rock in Rio. Então não é que tem uma música dos Cinematic Orchestra? Banda que obviamente não estará presente para os lados da Bela vista. Fazer um anúncio a este festival com uma música desta banda faz tanto sentido quanto por uma música Jazz a anunciar um Festival de Música Pimba na Lourinhã.

By the way... I'm back!


PS: eu não queria dizer nada, mas é possível que vá ao Rock in Rio espreitar a Amy Winehouse, se ela estiver em condições de actuar, o que até ao dia terei as mais sérias dúvidas.

3 comentários:

Mo disse...

é, às vezes o sócrates passa-se..uma pessoa até fica envergonhada de ver/ouvir tanta tolice

fez-me lembrar a historia (boato?) do joão de deus pinheiro q "levou" do avião uma famosa manta de lã escocesa

é tudo publicidade enganosa :DDD da politica à musica

ahahahhahah riamos de nos ver tão belos neste espelho

Martini disse...

Mo, como foi Bobby McFerrin? É para estas coisas que fazem falta o blog:P Ouvi dizer que foi muito giro!

Mo disse...

foi pra lá de muito bom! o público era de "elite": cantaram, foram ao palco, uma rapariga dançou, fiquei espantada com a adesão em qualidade do público, ou é impressão minha ou eram todos profissionais de música eheheheheh

o bob mcferrin é excelente, pareceu-me q esticou demais algumas interpretações, ou eu é q estava a contar com algo mais imediatista/comercial

fiquei rendida, valeu a pena os muitos euros :DDDD